quinta-feira, 17 de março de 2011

Trajetórias Femininas: Mulheres na Carris (texto da exposição Trajetórias Femininas)


Na época de fundação da Cia. Carris, no final do século XIX, Porto Alegre estava se urbanizando, passando por grandes transformações em sua fisionomia. Ao longo do século XX as mudanças continuaram, inclusive nos hábitos e costumes da população. Uma das grandes transformações deste período foi o papel da Mulher na sociedade porto-alegrense. Contar essa história é relatar  trajetórias repletas de lutas e conquistas por seus direitos que continuam até hoje. A Carris participou ativamente deste processo de emancipação, abrindo suas portas e contratando colaboradoras para as mais diferentes funções em seus quadros. A partir da década de 1940 a empresa já contava com mulheres em atividades administrativas. A primeira motorista da Carris e de Porto Alegre, Teresinha Izabel, realizou sua viagem inaugural em 1974. Com uma trajetória centenária, a Cia. conta, atualmente, com a colaboração de 390 mulheres, distribuídas entre os setores de Operação, Manutenção e Administrativo. Na união entre delicadeza e garra, as mulheres estão cotidianamente construindo a história da empresa de transporte público mais antiga do país em funcionamento.

Nenhum comentário: