quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Pessoas famosas na Carris


Por ter mais de um século de história é grande o número de pessoas que trabalharam na empresa. Nas visitas do Memória é comum encontrar ex funcionários da Carris ou quem é parente de quem, no passado, trabalhou na companhia. Nestes relatos, há sempre muitas histórias que envolvem coisas pitorescas dentro dos bondes.
Ano passado, inclusive, teve uma senhora de São Paulo que entrou em contato conosco procurando os documentos do pai, já falecido. Seu objetivo era conseguir o endereço ou o telefone de seus parentes paternos, com quem não falava há bastante tempo. Elizabeth buscava a cidade de onde seu pai havia vindo para trabalhar na Carris, em 1948. Graças à agilidade do pessoal do arquivo na Carris, consegui os documentos e enviei por e-mail para ela, que teve mais alguns dados para a busca de seu objetivo.
O fato é que várias gerações já passaram pela empresa, fazendo parte do repertório figuras famosas como Lupicínio Rodrigues. Cantor e compositor, nasceu na Cidade Baixa e é imortalizado pelo gênero dor-de-cotovelo. Ele trabalhou na empresa como aprendiz de mecânico na década de 30. É dono de uma obra rica, com letras que falam, na maioria, de mulheres e de relacionamento amorosos. São mais de 600 músicas, com cerca de 150 gravadas.
Ocorreu-me salientar este aspecto da companhia porque, neste ano, a Escola de Samba Unidos da Vila Mapa, representante da Carris, vai homenagear a história da empresa. As Alas vão representar várias fazes da história, começando com os bondes puxados a burro aos ônibus atuais. Uma das Alas, no entanto, terá a representação do Lupicínio Rodrigues junto ao Mercado Público, local marcado pela boêmia desde a época que este ilustre ex- funcionário da Carris trabalhava por aqui.

Um comentário:

lisy disse...

estou procurando dados de parentes meu que viveram em porto alegre por volta 1941 alguns nomes amadeu silveira ramos diz ser filho de um barao portugues que viveu em porto alegre