segunda-feira, 5 de maio de 2008

A Mais Bela Tranviária (outubro 1962)


<><> Transcrição da entrevista com "A Mais Bela Tranviária" no jornal Tranviário em outubro de 1962.






<><>Entrevistamos a Srta. Maria Rosa Vecchio, vencedora do concurso “A Mais Bela Tranviária”, promoção vitoriosa do sindicato. A Maria Rosa Vecchio é Datilo- calculista dos escritórios da companhia há 8 anos. Tem olhos castanhos claros e gosta de conversar. Para dar aos nossos leitores que não a conhecem uma visão de sua personalidade fizemos-lhe algumas perguntas:

<><>Repórter: Diga-nos alguma coisa sobre sua vitória.
<><>Maria Rosa: Em primeiro lugar quero agradecer a todos meus colegas tranviários em geral e aos srs. Diretores da Cia. Carris que colaboraram na compra de votos. Sobre minha vitória, fiquei emocionada, pois não esperava ganhar. Entrei no concurso a convite dos colegas e espero não decepciona-los, pois para mim, é uma honra pertencer e representar esta classe.

<><>Repórter: Prefere música popular ou música clássica?
<><>Maria Rosa:Gosto das duas igualmente.

<><>Repórter: Qual seu cantor preferido?
<><>Maria Rosa: Meus cantores prediletos são Mário Lanza, Francisco Égidio, Frank Sinatra e Orlando Silva.

<><>Repórter: Gosta de dançar?
<><>Maria Rosa: Gosto, mas prefiro um bom filme.

<><>Repórter: Qual seu esporte favorito?
<><>Maria Rosa: Futebol, sou gremista.

<><>Repórter: Que acha na interferência dos sindicatos na política nacional?
<><>Maria Rosa: Dependendo dos homens que dirigem os sindicatos não vejo o porque de não opinarem junto ao governo, nas questões que digam respeito às classes sindicalizadas.

<><>Repórter: É a favor ou contra a invasão de Cuba pelos norte americanos?
<><>Maria Rosa: Julgo que todos os povos do mundo gostam de viver em liberdade. Acho, pois, que também os cubanos gostariam de viver sem interferência de quem quer que fosse.

<><>A Sra. Maria Rosa ganhou da Secretaria do Trabalho uma viagem ao Rio de Janeiro, com um acompanhante. A questão do acompanhante provocou viva expectativa entre seus colegas dos Escritórios e o repórter, curioso, procurou o gesto de entrar no assunto.
<><>Repórter: Já conhece o Rio de Janeiro? Gosta dele?
<><>Maria Rosa: Não conheço e estou ansiosa para vê-lo.

<><>Repórter: Quem irá acompanha-la ao Rio?
<><>Maria Rosa: Minha mãe me fará companhia.

<><>O Tranviário felicita o sindicato por mais esta iniciativa triunfante e dá os parabéns à “Mais Bela Tranviária” e felicita por ter escolhido mais uma flor na sua preciosa existência, no dia 10 deste mês.

2 comentários:

Anônimo disse...

Oi Débora!
Achei muito legal a entrevista da Senhorita Maria Rosa. Só não gostei de saber que o time dela era o Grêmio, afinal sou colorada...
Abraço,
Kárin

Débora Vogt disse...

Kárin,

Eu conheço a Maria Rosa. Hoje ela é aposentada e mora perto da Carris. Falei para ela do teu comentário e ela adorou.
beijos,
Débora Vogt